O que pode dar errado?

23/10/2018

As metodologias adotadas para construir ou ampliar um data center irão repercutir na vida do equipamento, para o bem ou para o mal. Por isso é muito importante adotar estratégias certeiras para evitar erros.

 

Se na sua empresa o data center é visto como uma infraestrutura ávida por energia, que consome muito dinheiro e acaba com o espaço disponível, pode ser que a instalação (e a empresa) esteja sofrendo com erros do passado, ainda na construção.​

 

3 cuidados para evitar erros na construção do seu data center

 

1. Falta de planejamento da capacidade


Para um data center ser verdadeiramente eficiente, seu espaço de piso e de racks deve ser coordenado com as capacidades de energia, refrigeração, distribuição de energia e distribuição do resfriamento. Não fazer isso pode resultar em data centers com capacidade estrangulada, como quando você tem capacidade de climatização suficiente, mas capacidade inadequada para distribuir ar frio para as cargas de TI; ou unidades de distribuição de energia (PDUs) com capacidade suficiente, mas sem disjuntores disponíveis.

 

A solução é usar uma ferramenta eficaz para gerenciamento da capacidade, que forneça visibilidade da potência, refrigeração, energia e outros recursos do data center. Ferramentas como o StruxureWare para Data Centers da Schneider Electric ajudam os gerentes de TI a otimizar recursos e, dessa forma, controlar os custos e limitar a capacidade ociosa.

 

2. Falha ao dimensionar o data center corretamente


Ao construir um data center novo, ou ampliar um existente, qualquer empresa naturalmente quer que ele dure 10 ou 15 anos, ou mais. Mas, muitas vezes, as empresas superdimensionam seus data centers, construindo-os segundo as necessidades futuras previstas, em vez de gradualmente adicionar capacidade conforme necessário. Isto leva a sistemas de energia e refrigeração que são superdimensionados para as cargas de TI reais, gerando custos com eletricidade significativamente maiores.

 

A solução é adequar corretamente o tamanho dos data centers, utilizando componentes modulares pré-fabricados, tais como as ofertas InfraStruxure da Schneider Electric. Elas permitem que as empresas adicionem infraestrutura de data center apenas conforme as suas necessidades, resultando em uma economia significativa no custo total de propriedade (TCO).

 

3. Falta de uma estratégia de ponta a ponta para o data center


Decisões simples, tomadas durante o processo de construção dos data centers, podem resultar em grandes economias ao longo do seu ciclo de vida, desde que sejam tomadas tendo-se em mente um plano de ponta a ponta sistemático e estrutural. Decisões sistemáticas durante o processo de construção, englobando tudo, desde o posicionamento dos condicionadores de ar, aos racks de TI, entre outras, podem resultar em uma redução de 90% dos custos de energia elétrica.

 

A utilização de servidores blade de alta eficiência, e não servidores tradicionais de baixa densidade, por exemplo, pode resultar em uma redução de 20% no consumo de energia, enquanto que a virtualização de servidores pode reduzir ainda mais as necessidades elétricas e diminuir o TCO.

 

 

 

5 cuidados na migração de data center

 

 

1. Ter a técnologia correta

 

Cada empresa tem uma necessidade específica de capacidade de Nuvem, de armazenamento e interfaces exclusivas para trabalhar suas informações que vão sair de um Data Center físico para um ambiente virtual.

 

Por isso, no momento da contratação do serviço, mais de um fornecedor deve ser pesquisado e é imprescindível estudar quais as tecnologias que se encaixam melhor nas ferramentas que a empresa já tem disponível e contratada, para facilitar ainda mais a migração dos dados e a gestão dos componentes.

 

2. Contar com a equipe especializada

 

A equipe interna de TI pode ter conhecimento sobre Nuvem, acompanhar as tendências do mercado e ter experiências anteriores em outras empresas. Porém, geralmente os fornecedores de Computação em Nuvem oferecem equipe de consultores para ajudar na instalação de componentes e migração dos dados.

 

É interessante contar com a expertise dessa equipe que já tem conhecimento de causa e pode, inclusive, tirar dúvidas iniciais, ajudar os gestores de TI e ainda compartilhar conhecimentos que vão acelerar o aprendizado do novo sistema.

 

3. Planejar cada etapa do processo

 

Todas essas perguntas, além de outras importantes, devem ser respondidas e colocadas em um planejamento antes do início da migração do Data Center para a Nuvem. Sem essa contextualização das ações, pode gerar ansiedade nas equipes e perda de confiança no novo ambiente.

 

4. Treinar as equipes para usarem o novo sistema

 

De que adianta cortar custos com TI, investir em agilidade e mobilidade de rede, se os usuários não conseguem utilizar em totalidade as funções que a nova tecnologia oferece?

 

Por isso é fundamental um momento para compartilhar conhecimentos e ensinar a equipe a transitar no ambiente de Nuvem. Quais as novas funções, onde estão os arquivos, como acessá-los.

 

Para os gestores de TI, quais as novas funcionalidades, benefícios que oferece, formas de flexibilizar a nova rede.

 

5. Ter a certeza de que o ambiente esteja altamente seguro

 

Computação em Nuvem oferece inúmeros benefícios para as organizações resolverem problemas de armazenamento, acesso e compartilhamento de dados, além de possibilitar a redução de custos. No entanto, com o uso crescente dessa tecnologia, aumentam também os desafios no que diz respeito à segurança.

 

A consultoria Gartner aconselha que as companhias destinem entre 4% e 7% dos seus orçamentos de TI para segurança em Nuvem. Valores abaixo desses índices são adequados apenas para as empresas que já possuem sistemas sólidos de proteção e que, por isso, apresentam menor vulnerabilidade contra ataques.

 

Para Nuvens Privadas, o provedor deve ser questionado, uma vez que é de sua responsabilidade manter os dados dos clientes a salvo. É necessário reforçar em contrato e mesmo tirar dúvidas com o fornecedor de quais são as ferramentas de proteção daquela Nuvem que está sendo contratada e como é possível aumentar os filtros contra hackers.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Palestra Beltis/Commscope

May 25, 2018

1/2
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Criado por Beltis

(11) 2076-5555

(11) 98800-8916

  • LinkedIn - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco
  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle