Saiba como otimizar a gestão de armazenamento de dados.

09/03/2018

 

Você já ouviu falar em desduplicação de dados?

 

Este é um tema pouco explorado sobre TI, mas que possui uma importância enorme. Se a sua empresa possui problemas com armazenamento, por que os dados não param de crescer, a desduplicação de dados pode ser a solução, já que contribui para a economia de recursos ao lado de outras práticas.

Quer saber mais sobre esse serviço? Este texto é para você.

 

O que é desduplicação de dados?

De forma resumida, podemos dizer que a desduplicação de dados é um serviço que elimina dados redundantes e, consequentemente, diminui as necessidades de armazenamento.

 

Em uma linguagem mais técnica, ela busca a redundância de sequências de bytes.

A desduplicação de dados é ideal para operações que trabalham com redundância, como o backup e a recuperação de arquivos. Podemos dizer que é a última etapa de um projeto de Cloud Backup:

 

• Primeiro, o backup dos arquivos é feito em um Data Center;

 

• Em seguida, é planejado um Disaster Recovery Plan (DRP) para resguardar a segurança dos arquivos mais importantes no dia a dia da empresa;

 

• Para finalizar, ocorre a Desduplicação de Dados a fim de otimizar ao máximo o espaço de armazenamento (e consequentemente reduzir custos).

 

Para ilustrar melhor, imagine que o backup é baseado na cópia e armazenamento, por repetidas vezes, do mesmo conjunto de dados, para fins de recuperação. O papel da desduplicação é eliminar os dados redundantes do backup, que antes exigiria centenas de Terabyte.

Com a eliminação da redundância, o processo de backup e recuperação se tornam mais rápidos, econômicos e seguros.

 

Tecnologia da desduplicação

 

Para que não haja incidentes na desduplicação, o responsável pelo serviço escolherá a tecnologia adequada de acordo com o ambiente de backup da empresa. As duas principais são:

 

• Desduplicação em nível de arquivo: chamada de armazenamento de instância única, os arquivos a serem copiados são comparados com arquivos já armazenados. É útil em um servidor de arquivos, uma vez que vários usuários salvam o mesmo arquivo várias vezes, mas também é desvantajoso porque a menor mudança (mudança no título, por exemplo) cria um novo arquivo para ser armazenado.

 

• Desduplicação de bloco: atinge o sub-arquivo. O arquivo divide-se em blocos, e estes são examinados para identificar redundância acerca das informações armazenadas. Pode ser de comprimento fixo ou variável (tecnologia mais avançada).

 

•  Desduplicação na origem ou no destino

 

A desduplicação de dados pode ser realizada de duas formas: por software no servidor (origem) ou no appliance em que os dados de backup serão armazenados.

 

A realização na origem remove redundâncias dos dados antes da transmissão deles para o servidor ou appliance de backup. O software compara os novos dados com aqueles anteriormente armazenados, e envia pela rede apenas aqueles diferentes. A vantagem dessa desduplicação é a redução do uso da rede e a maior eficiência no armazenamento.

 

Quando realizada no destino, a desduplicação remove as redundâncias no appliance de backup após o envio pela rede. Essa forma tem menor impacto no processamento do ambiente de produção. Entretanto, a largura de banda é mais utilizada.

 

Como funciona na prática?

 

Imagine que uma empresa possui um banco de dados a partir do qual é feito um backup semanal, o que cria um alto volume de dados duplicados. A desduplicação de dados analisará as informações e armazenará apenas os segmentos exclusivos e compactados de cada arquivo. Os segmentos de dados duplicados são descartados.

O resultado é a redução de 10 a 30 vezes nos requisitos de capacidade de armazenamento.

Ou seja, a empresa poderá armazenar de 10 a 30 terabytes de dados de backup em 1 terabyte de capacidade de disco físico, reduzindo drasticamente o espaço necessário para armazenamento.

 

Quais os benefícios da desduplicação?

 

O primeiro benefício mais evidente é a redução dos custos de armazenamento, uma vez que a desduplicação de dados faz com que menos espaço seja necessário.

Diretamente ligado a essa vantagem, temos a economia indireta, uma vez que não precisará de tanta energia elétrica para resfriar as fitas de armazenamento ou as unidades de disco, nem largura de banda para replicação.

 

Outra vantagem considerável da desduplicação de dados é a melhora na recuperação de desastres. Quando se elimina a redundância dos arquivos, há menos dados para se transferir, o que contribuir para a recuperação."

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Palestra Beltis/Commscope

May 25, 2018

1/2
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Criado por Beltis

(11) 2076-5555

(11) 98800-8916

  • LinkedIn - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco
  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle